TURNING POSITIVES INTO NEGATIVES

A vida nem sempre é fácil! Não conheço ninguém que tenha uma vida 100% perfeita. Cada um, à sua escala, tem algum problema ou situação por resolver. 

Mas não é por isso que se deva parar de tentar. O que quer que seja, tenho a certeza que pelo menos 98% dos problemas podem ser resolvidos mais rápido e facilmente do que pensamos. E olha que estás a ler isto de uma pessoa que pensa demasiado e tem um “julgamento próprio” muito grande. Mas aqui estão algumas dicas que espero que te ajudem a ti, e a mim, a viver a vida ao máximo.

// “Bad Body Day” Já todos estivemos nesta situação. Algumas pessoas ainda estão. Não importa se achas que és demasiado magra ou demasiado gorda, podes mudar – e claro que aqui estou a falar para pessoas que realmente podem mudar, porque sabemos que há quem tenha problemas de saúde que fazem o organismo andar meio cray cray ou então têm um metabolismo que não pode ser mudado. Não, não é assim tão fácil! Mas um bocadinho de cada vez as coisas conseguem-se. Começar por comer de uma maneira mais saudável, pelo menos um dia, e vais ver que nos seguintes vai sendo mais fácil. Faz caminhadas. São fáceis, de graça, e uma vez que saíres de casa é só continuar a andar. Quando menos esperares já te sentes muito melhor.

// A relação terminou Been there, done that! No início é uma desgraça, o fim do mundo, a vida já não faz mais sentido, é quase igual aos dinossauros e o meteoro. Mas vamos ser realistas… Foste capaz de viver não sei quantos anos sem ele/ela, por isso vais ser capaz de continuar a fazê-lo. Foi bom? Óptimo! Tens algo para sentir saudade. Foi mau? Faz uma festa por já não estares nessa relação. Seja qual foi o motivo, aconteceu por alguma razão. Foca-te em ti, pega nesse tempo extra e passa-o com os teus amigos, no spa, vai fazer aquele workshop que estás há tempos para fazer… As oportunidades são inúmeras… 

// A vida pregou-te uma partida Não entraste na escola que querias? Não conseguiste aquele emprego? Foste despedida/o? Well, that sucks. Mas não é o fim do mundo e tu sabes. Na maioria das vezes é o melhor que te poderia ter acontecido. Acredita em mim. Ás vezes, tudo o que precisas é de um empurrão para ir em rente, para teres coragem de mudar. E muitas vezes, a maioria, algo bem melhor está já ao virar da esquina. 

// Não estás nos teus dias Todos já tivemos e temos aqueles dias em que simplesmente não nos sentimos particularmente bem. Muitas das vezes sem nenhuma razão aparente.
Nesses dias eu gosto de me concentrar em mim mesma. Ter um spa day em casa – ou fora -, devorar os episódios em atraso das minhas séries favoritas, brincar com a minha cadela e gata, compras online… Vocês sabem, o normal. 

O mais importante de tudo é não se esquecerem que não há problema algum em não estar tudo bem 24/7. Aliás, confesso que não acho normal o contrário. Somos todos humanos, temos sentimentos emoções. Vivemos e aprendemos.

E caso não seja tão fácil como seguir estes passos, procurem alguém que vos consiga ajudar. Não há que ter vergonha. Da mesma maneira que vão ao cabeleireiro sempre que o vosso cabelo precisa de um corte, ou vão ao oftalmologista se não virem bem, podem perfeitamente ir a um psicólogo se não estiverem felizes. Ajuda e vão agradecer mais tarde.

 

Follow me on Instagram @elianarssilva and on snapchat elianasilva

Share:
  • Concordo com tudo o que disseste, especialmente com a última parte do psicólogo que muitas vezes ainda é tabu porque as pessoas teimam em dizer que quem vai ao psicólogo é “maluquinho”…

    • Nem mais. Ainda é um estigma, mas acho que aos poucos se vai tornando mais normal, que é como deve ser 😀