OH! IT SMELLS SO GOOD

Perfumes… Há quem ame, há quem não suporte e há quem não se importe muito com eles.

Eu não sou aficionada, mas gosto de ter os meus por perto e é raro o dia em que saia de casa sem eles. Não sou apegada a nenhum, mas os que tenho amo e só assim é que compro um. Posso dizer que antes de comprar o último, fui 3 vezes às lojas para ter a certeza. Sim, sou dessas.

Os que têm feito parte da minha vida são 3. Ou melhor, se contarmos com o body mist são 4.

Para começar temos o Black Opium da YSL. Foi o primeiro que eu comprei com o meu próprio dinheiro e adoro. Já está quase no fim e acho que vai ser o primeiro perfume a ser recomprado. Tem um aroma bem intenso, mas super sedutor. Para dias mais frios ou para a noite é dos melhores.
Depois temos o Halloween  do Jesus del Pozo. Um perfume bem mais fresco, óptimo para o dia-a-dia ou qualquer ocasião. Tem sido o que mais tenho usado e agora na Primavera vai andar sempre comigo.
J’OSE da Eisenberg é aquele perfume que não tem explicação. Literalmente ou se ama ou se odeia. É bem intenso. A única descrição que eu encontro para ele é “cheira a homem perfumado”. Eu adoro cheiros masculinos, por isso este tem sido um amor também. Se são como eu vão a uma perfumaria e depois digam-me o que acham.
Finalmente, aquele que não é perfume mas é quase. O bodymisti de Âmbar da Equivalenza. O ano passado, durante meses a fio, só usava este. Especialmente no trabalho. É um cheiro mesmo a Âmbar – tal como o nome indica – entre o fresco e o doce. Super difícil de explicar, mas que aconselho toda a gente a experimentar. Além disso é super acessível.

 

Follow me on Instagram @elianarssilva and on snapchat elianasilva