O MEU 2017

Vocês já estão a ler isto em 2018, mas para mim ainda é 2017. São precisamente 20h05 do dia 31, estou a escrever isto no meu quarto com a minha gata aos meus pés!
Não estava nos planos fazer este post, já há algum tempo que me deixei disso. Disso e das resoluções. Mas este ano, embora não tenha sido nada do que eu planeava e sinta que estou no mesmo lugar há tempos infinitos, quando olho para as pequenas coisas, sinto que afinal houve coisas bem boas neste ano.

Depois de um breakdown que me estava a levar para mais um estado depressivo profundo, no início do ano, para minha surpresa, foi-me dito que não ia renovar contracto onde estava a trabalhar. Por muito que eu estivesse a odiar aquilo e a querer sair, a sensação de injustiça ficou comigo por algum tempo. Mas ainda bem que tal aconteceu. Estava miserável e sei que não ia sair tão cedo porque, you know, estava segura e tal. THE BEST THING EVER! Não, não arranjei o meu trabalho dos sonhos, esse é o meu campo mais falhado, mas estou leve e bem comigo própria e onde estou actualmente.

No final do ano passado investi numa câmara melhor para o canal e no início deste dei um revamp ao blog, mas ao longo do ano fui-me desleixando com este meu cantinho. Não me revia por aqui nem no conteúdo, não tinha vontade para criar, perdi-me um bocado. Mas como nem tudo é mau, acho que este tempo me fez perceber que gosto realmente disto e de ir partilhando os meus 50 cents acerca das coisas. Ideias, para já, não faltam!

A minha saúde também não esteve no seu melhor. Nada de grave, mas desleixei-me imenso com a alimentação, continuei sedentária que nem um caracol, a minha pele teve um freakout e, enfim… Uma bola de neve. Mas mais uma vez tudo serviu para algo bem melhor. Por causa do tratamento para a pele, tive de mudar completamente o meus hábitos. Ou isso, ou não havia tratamento para ninguém e a minha saúde mental estava a ir pelo ralo abaixo por conta disso. Dito e feito. Mudei a minha alimentação de forma drástica (continuo a comer de tudo, o meu pãozinho com manteiga de manhã e os meus docinhos aqui e ali ninguém me tira), o exercício passou a fazer parte da minha vida de uma forma bem mais intensa e os resultados vieram. Os valores dos meus exames de sangue vieram óptimos – que é o mais importante -, mas também o meu corpo começou a mudar. Em 2/3 meses livrei-me de 10kg sem dietas loucas, a minha confiança está a voltar e estou bem mais disposta a tudo.

Basicamente, este foi o meus 2017. O ano em que percebi que nem tudo o que é mau permanece assim. Às vezes apenas é para abrir o caminho para algo bem melhor. Se queria que tivesse sido diferente? Sim, queria. Mas não esteve nada mal, também!

 

Follow me on Instagram @elianarssilva and on snapchat elianasilva

Seguir: